Simpatia, o melhor negócio.

Hoje o tema reflita, ok? será sobre a SIMPATIA.

Simpatia. Vamos lá.

Ispirada por um fato que aconteceu ontem, que atingiu o ápice da minha paciência, me fazendo fazer uma coisa que adoro (dar lição de moral), venho hoje aqui no blog dissertar sobre o presente tema.

Tenho em minha vida duas pessoas MUITO parecidas, e nem um pouco simpáticas.

Isobel e Marcelo (namors).

Esses dois são completamente diferentes de mim, uma pessoa simpática sempre, incapaz de ser grossa, estúpida ou rude com alguém que eu não conheço (eu sou bem estúpida com as pessoas que eu conheço, quando elas me tiram do sério).

Bom, a simpatia é, além de uma forma de educação, uma aliada à pessoa que a detém. Sim, a simpatia que a gente envia aos outros volta para nós em forma de coisas agradáveis.

Vamos aos fatos que me inspiraram o texto.

Meu namorado é um ser muito querido, meigo, fofo, amado e gentil. COMIGO. E só. Nem com o irmão dele, uma pessoa muito querida, ele é.

Isobel. Isobel é uma louca maluca que eu amo de paixão. Ela é bem estúpida com as miguxas quando ta braba, mas tudo bem, quem não é? eu andei tendo crises de estupidez com minhas amigas também, mas a nossa relação é tão forte e tão família que essas estupidezes não nos magoam, a gente entende.

O Marcelo é assim. Tudo do jeito dele, na hora que ele quer, senão quem tiver na frente leva patada, patada das boa mesmo, que eu fico chocada de ver como ele consegue ser assim.

Exemplos:

1) Fui levar o Marcelo no médico, a pedido da minha sogrinha, porque sozinho ele não vai. Ele tinha que ir no médico pra pedir uma nova receita pra fazer um exame, já que a primeira ele perdeu, como sói acontecer com tudo o que ele tem em mãos (to rezando, porque emprestei um lip balm pra ele – aiiii que lindo- porque ele tava com a boquinha seca e machucada e eu não sei se recebe-lo-ei novamente). A mami dele mora em Sampa, por isso ela marcou a consulta por telefone e me encarregou de fazer ele ir no médico. Chegamos no médico. Às 11h30min. De um sábado escaldante. Fui falar com a recepcionista, que me informou que o médico dele não trabalhava mais no sábado, que seria impossível de terem marcado consulta nesse dia, porque agora o ser só trabalhava segunda. De manhã. Marcelo, nesse instante, surtou. Começou a gritar “Não tem porra de médico marcado, vamo embora daqui, não acredito que acordei cedo pra vir nessa bosta” e por aí foi. Minha reação foi: o.O.

Daí que ele sentou no banquinho de fora, bufando. E eu ali, com a recepcionista furiosa olhando pra minha cara. Cara de gatinho do Shrek mode on, vamos lá. Falei com ela, xinguei ele, dizendo que era um grosso mesmo, e, com a carinha de gatinho do shrek mode on e a vozinha meiga de menininha, expliquei que na verdade era só uma requisição de receita, que a mãe dele morava em sampa, que provavelmente ela tinha se enganado, que essas coisas acontecem, obvio que as recepcionistas não tinham nada a ver e blablabla. A recepcionista, que antes tinha me dito que não tinha nada pra fazer, fez o seguinte. Foi até o consultório do cara, tentou de todas as maneiras entrar no computador dele, fez uma mão gigante de meia hora, foi até outro médico, implorou para ele assinar a requisição, e veio pra mim com a melhor das caras do universo, uma pessoa que sábado de manhã acordou para trabalhar ao invés de tomar sol, e me trouxe uma requisição, assinada por outro médico. Sem custo nenhum. A consulta que deveria ser feita para pegar a nova requisição não existiu. Eu agradeci, elogiei a dedicação e a prestatividade, agradeci mais uma vez, e sai com o papel na mão, triunfante, dando lição de moral.

Simpatia é coisa dos educados.

E dos espertos.

2) Isobel e eu. Indo fazer as unhas. Atrasadas. Liguei pro meu salão dizendo que eu e a minha amiga, cliente nova de lá, estávamos a caminho, mas tinhamos nos atrasado. A mulher disse: “pois é, mas são trinta min de atraso”. Cara de gatinho do shrek foi impossível via telefone, mas a vozinha meiga e querida mode on me garantiu, tinha que funcionar. Comecei a explicar que estávamos na facul, que tava dificil de sair, que eu lamentava muito, que isso e que aquilo. Foram necessários cinco minutos pra mulher desligar o telefone me chamando de querida, dizendo que tava tudo bem, que não tinha problema, que elas iam nos aguardar. A gente fez a dona do salão, que ia cortar meu cabelo, e duas manicures, nos esperarem por 40 minutos. Isobel começou a dizer que eu era pamonha, que eu tinha mais é que xingar a mulher, que eu tava pagando e blablabla. Lição de moral mode on. Isabel acabou concordado comigo.

São esses os dois exemplos de simpatia recentes, aplicados em uma semana só, que me garantiram muito conforto, além da sensação de ser uma pessoa querida e meiga, ao invés de uma pessoa estúpida. A simpatia se reverte, não existe uma pessoa que consegue ser grossa quando a outra te olha, fala mansinho, e é simpatica e querida.

Não tem quem resista.

Eu sempre fui assim, nunca fui grossa com quem não conheço. Desde que conheci Isobel e Marcelo eles sempre foram assim, esquentados. É o jeito deles, às vezes da muita raiva mesmo, fazer o que? Mas a gente tem que pensar com a cabeça. Muitas vezes a simpatia já foi útil pra mim. Quantas vezes o Marcelo já foi grosso com atendentes de restaurante, que tudo bem, eram uns panacas mesmo. Mas minha gente, QUEM SERVE A TUA COMIDA NÃO DEVE, EM HIPÓTESE NENHUMA, SER XINGADO. Aliás, muito pelo contrário. Assim como quem corta teu cabelo. Assim como quem presta qualquer serviço para ti. O cara que foi xingado e ta vendo o prato que tu vai comer na frente dele, vai pensar em qualquer – QUALQUER – coisa para se vingar. E daí, tu ta afim de comer catarro?

Minha gente, ser simpático é bom para vocês, porque quando tu xinga, tu te estressa, e tu vai receber da pessoa do outro lado um xingão também, ou uma vingança pior, porque ninguém é xingado de graça.

É bom para os outros também, que vão ter um stress a menos na vidinha deles.

É bom para todo mundo. Não tem nenhuma contra indicação.

Não engorda e não faz mal.

Tentem. O mundo vai ficar melhor. E vocês vão ganhar mais com isso.

Fica aqui o recado de uma pessoa que tem anos de experiência com a simpatia (hahahah siaxei).

Beijos, tenham um bom dia!

Anúncios
Etiquetado

4 pensamentos sobre “Simpatia, o melhor negócio.

  1. Isabel disse:

    Ai adorei o textp, muito bom para refletir mesmo!!! E eu adoro qndo tu fala de mim!! hauihauhauihuiahauih
    love ya

  2. pati rabelo disse:

    bee, concordo contigo: vc é uma fofa simpática que joga luz pode onde anda (mesmo q seja na web); e simpatia, como tudo na vida, volta sim.

    por um mundo mais cortês já! 😉

  3. pati rabelo disse:

    *pode não, ‘por’ (se vc quiser corrigir meu post e deletar esse, pode)

  4. BIBI disse:

    hahah brigadaa pati!!! Esse elogio foi de uma simpática para a outra!!!! Beijocas!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: