Reflita ok?

Estou aqui, abandonada, fazendo hora extra no trabalho sem receber por tal (estagiário é um codinome para pessoas sem direitos trabalhistas nenhum, com carga horária e volume de trabalho maior do que os trabalhadores regidos pela CLT), e andando pela internet enquanto finjo que trabalho (trabalhei afu minha gente, cansei um pouquinho agora) encontrei esse texto. Vale a pena a leitura. Se tu não passou por isso, algum dia vai passar, e a relação só sobrevive se o amor foi muito maior.

Difícil falar sobre amizade. Pelo menos pra mim. Venho pensando este texto há mais de uma semana, e agora que coloquei no papel, percebi o quanto meu pensamento está confuso. Como o texto ficou prolixo. Muito prolixo!
O título refere-se a perdas porque pra mim a amizade está atrelada a perdas. Não só da pessoa do amigo, mas perda de uma época, de um modo de viver, de um carinho particular, de instantes de descobertas tão incríveis… perde-se muita coisa quando se perde um amigo.
Já ouvi várias vezes que se a amizade for sincera não acaba, mas acho que isto é uma bobagem. Já vivi diversas amizades sinceras, profundas, intensas, que foram inteiras, e não apenas pseudo-relações. Acontece que as pessoas mudam, o mundo de cada uma pode se diferenciar e elas em consequência se distanciam.
Talvez tudo o que eu disse até agora seja uma maneira de justificar a mim mesma que é natural isto de as vicissitudes da vida separar as pessoas e me consolar com relação a dor que eu sinto quando alguém vai embora.
tudo isto porque perdi mais um amigo. E pelo mesmo motivo que já perdi outros. É aquela velha história: a gente erra tentando acertar. Você vê algo errado, quer abrir os olhos da pessoa, e ela cega, prefere se afastar porque não ver é mais confortável. Aí você insiste, porque quer o melhor para pessoa… Aí já era, perdeu o amigo!

Mas não quero falar dos acontecimentos, prefiro dizer sobre os sentimentos.

É impressionante como a verdade às vezes sufoca, aperta, quer silenciar! E acaba até afastando as pessoas umas das outras. Talvez o erro seja meu mesmo, por insistir na verdade. Talvez eu devesse me calar, já que cada um decide sobre a vida que quer levar, cada um é responsável por suas escolhas, e a minha opinião acaba sendo tão pessoal, já que é tudo tão relativo… é tudo tão incerto… é tudo tão louco… é tudo tão vasto… e é por isso que me perco dentro de mim… E que atire a primeira pedra quem nunca entrou no meio de um labirinto frio, sombrio, de vidros, de espelhos.

continuar lendo

Anúncios

3 pensamentos sobre “Reflita ok?

  1. bel disse:

    me identifiquei muito com o texto… gostei muito!!!!

  2. ANA disse:

    po.. nem precisa falar mais nada ne!
    o negócio é saber esse momento de parar e deixar a pessoa decidir sozinha, por mais dificil que seja, porque ninguém gosta de ver um amigo sofrer né?
    Love you girls!!

  3. […] Mais papo cabeça, de ontem,  aqui e aqui. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: