Momento reflexivo do dia.

Eu conheço um blog muito bom, sobre relacionamentos complicados, e vou dividí-lo com vocês.

Ele se chama Meu Namorado Psicopata. O título é bem estranho, é verdade, mas se vocês lerem um pouquinho dele vão ver que existem muitas Yvones por aí, homens e mulheres que vieram ao mundo somente pra prejudicar os outros.

A seguir, um dos textos do blog, que eu gosto muito, e que certamente serve pra muita gente por aí.

Eu não sou idiota!

Quando nós terminamos eu passei a noite chorando e você virou \’bebemorando\’ em um bar com seus amigos.

Naqueles últimos anos eu havia me dedicado inteiramente a nós enquanto você só teve olhos para seus planos e suas próprias vontades.

Passei muitos finais de semana em casa e fui a muitos shows sozinha para depois descobrir que inúmeras vezes você saía com outras pessoas e ia aos shows que tanto dizia odiar.

Quando eu te confrontava com a verdade você cuspia desculpas estapafúrdias e jogava a culpa das nossas instabilidades em cima de mim e de meu suposto comportamento \’desequilibrado\’.

Eu nunca consegui me impor. A sua palavra sempre foi a última. Ainda que você estivesse sendo totalmente insensato e descabido.

Me agarrei a ti como se fosse minha única chance de ser feliz, não enxergando que nosso relacionamento me corroía por dentro como ácido, matando toda minha vitalidade e alegria.

E que ao meu redor, o que antes era colorido aos poucos se pintava de cinza e preto.

Com os demais você era só risos, comigo, reclamações e cobranças sem fim.

Por longo tempo, me faltou tranquilidade, e paz, e eu achava que era normal, que desentendimentos faziam parte da rotina de um casal.

Você quase conseguiu me abduzir, me esvaziar, completar a lavagem cerebral.

Mas Deus me deu forças para fugir do seu domínio, e eu reencontrei um mundo bonito aqui fora, o qual quase me esqueci que existia.

Entre você e o nada, eu fico com o nada.

Se você fosse o último homem do mundo, eu ficaria com o absolutamente nada, e seria incrivelmente feliz, o que é impossível ao seu lado.

Acabou, e eu suspiro aliviada até hoje, e o farei todos os dias de minha vida, à simples lembrança da libertação do cativeiro.

Mas os meses passam, e você não se vai.

Por que você não me deixa em paz? Acha que eu sou idiota?

Que tudo que fez comigo não doeu?

Que as coisas duras que me disse não feriram?

Que seu comportamento insano não deixou marcas profundas?

Acha que não sei que tipo de gente você é?

Imagino que não. Você SEMPRE subestimou a minha inteligência.

Tenho vontade de contar para sua nova namorada – pobre coitada – que você não me deixa em paz e diz que ela é um passatempo. Que a mulher da sua vida sou eu. Você já contou para ela que eu sou louca? Como você me dizia que eram todas as suas ex… Já colocou fotos minhas \”sem querer\” ao alcance dela? Já mostrou nossas cartas para ela, apenas para dizer que \”passou\”, e que agora é ela que você quer? É gostoso falar mal de mim para ela, e falar mal dela para mim? Te faz sentir bem tratar a nós duas, e todas as outras, como perfeitas idiotas?

Pare de me importunar.

Quantas vezes uma pessoa precisa não atender suas ligações para você compreender que ela não quer falar com você?

Quantas vezes uma pessoa precisa não responder suas mensagens para você entender que ela não vai te escrever?

Você me tratou como um cachorro e quer ser meu amigo? É gostoso brincar comigo? Te dá prazer?

Você é doente.

Não estou fazendo doce. Não te quero mais na minha vida.

Continuarei te ignorando solenemente.

Eu não sou idiota. Definitivamente, não.

Anúncios
Etiquetado

2 pensamentos sobre “Momento reflexivo do dia.

  1. Maria disse:

    Olá, Bibi! Obrigada por divulgar meu blog! Fico feliz que tenha gostado do post. Bjs, Maria.

  2. Taís disse:

    Adorei o texto, combinou super comigo há uns meses atrás.
    Acho q existem mtos perfis desse tipo espalhados por aí: o ex q se aproveita da situação e a ex q sofre com a dependência daquele q a faz mal perto e pior ainda qdo está longe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: