Pra quem leu Crepúsculo

Eu não li, confesso, e não tenho nada a opinar sobre o caso, não conheço a história, não me encanta coisas sobre vampiros e eu não acho aquele cara bonito, aliás acho horroroso.

Mas, pra quem leu, aqui vai uma versão do Blog Meu Namorado Psicopata, sobre essa história de amor.

Para quem leu Crepúsculo

Tudo começou com uma busca no Google para imagens a serem usadas no blog. Joguei a palavra “vampiro”, e saíram algumas fotos do filme Crepúsculo. Li uma entrevista com a autora, cujo trecho inclusive postei aqui.

http://meunamoradopsicopata.wordpress.com/2009/03/01/a-escolha-e-sua/

O tempo passou, e um belo dia, em uma livraria, avisto o livro e resolvo dar uma olhada. Eu adorava histórias e filmes de vampiros quando era adolescente. Peguei o livro despretensiosamente. E não consegui mais largar. Mas não é porque a história é genial, os personagens bem construídos e a redação da autora excelente. Bem pelo contrário…

O início do primeiro livro achei envolvente, mas depois dá um certo tédio. Stephenie Meyer é bastante repetitiva. Chega um ponto em que você não aguenta mais a Bella dizendo o quanto ela é feia e desengonçada e como  Edward é incrivelmente bonito e bom em tudo. E afinal de contas, quem se interessaria em um homem de pele “fria como o mármore”? Fora o detalhe de que ele pode matá-la a qualquer momento (é um vampiro, né), mas ela não tem nenhum medo disso! HEIN? Enfim. Os haters (odiadores de Crepúsculo) sabem melhor do que eu apontar os pontos patéticos do livro.

Crepusculinho by Robson Reis

Vampiros, lobos, baixa auto-estima… HAHAHA! Tudo isso me lembrava muito meu blog! Mas eu só abri os olhos para algo muito importante por trás dessa história quando li um texto em um site hater. E isso está bem explicado no extrato abaixo. Milhões de meninas mundo afora estão lendo as obras de Meyer, se apaixonando por Edward e  se identificando com Bella. Sinceramente, garotas, vocês não iriam querer um namorado como ele, muito menos ser como ela.

Edward Cullen é antissocial, e Isabella Swan é codependente.

“O centro da série é o romance entre Bella e Edward. A construção de gêneros é de suma importância ao examinarmos o que os livros apresentam como romance perfeito. O relacionamento ideal mostrado por Crepúsculo não é saudável: é caracterizado por abuso, controle e obsessão, e o gênero é construído em termos de que homens são como figuras paternas e mulheres crianças dependentes.

As bases do “amor” de Edward e Bella um pelo outro são a obsessão e a paixão cega. Edward persegue Bella, entrando em seu quarto para vê-la dormir sem que ela saiba, antes de eles começarem a namorar. Bella está tão obcecada por Edward que quando ele a deixa, ela se torna catatônica por quatro meses, e então começa a pôr-se em perigo, para que possa ter alucinações com a voz dele.

No seu livro ‘Mas Eu O Amo: Protegendo Sua Filha Adolescente de Relacionamentos Abusivos e Controladores’ (But I love him: Protecting Your Teen Daughter From Controlling, Abusive Dating Relationships), a psicoterapeuta Dra. Jill Murray descreve esse tipo de relacionamento como “viciante”. Edward chama Bella de sua “dose de heroína”, uma frase imortalizada por muitas fãs, que a acham romântica.

Além de doentio e baseado num vício obsessivo, o relacionamento de Edward e Bella exibe vários sinais de abuso emocional. A Dra. Murray descreve esses sinais em seu livro, e eles incluem: a mulher tendo seu tempo monopolizado, isolamento da família e amigos, dizer “eu te amo” cedo demais, destruição/roubo de objetos queridos, manipulação e interrogatórios.

Edward Cullen apresenta todos esses comportamentos.

CONTINUAR LENDO

Como eu to pessimista no quesito relacionamentos hoje néam minha gente, logo hoje que aqui no Rio Grande do Sul tá frio e pedindo uma companhia masculina para passar a noite tomando BIIIIINO e vendo filme.

Anúncios
Etiquetado ,

6 pensamentos sobre “Pra quem leu Crepúsculo

  1. Taís disse:

    Nossa, eu leio os livros e nuca tinha pensado nisso.
    Não é q é verdade?
    Tudo questão de ver além do óbvio, preciso aperfeiçoar isso em mim… (epifania MODE ON)

  2. Cacá disse:

    Eu não concordo, acho que tudo isso é por que a guria nao curtiu o livro e o Edward principalmente…
    Bibi se renda a tentação que é ler o Edward lindo….

  3. Ivone disse:

    masculina para passar a noite tomando BIIIIINO e vendo filme….

  4. Renata disse:

    assim como a kakes eu tbm odeiei! hahahaha
    o livro é lindo! tao lindo que nós, logo nós ( e tu sabe do que eu falo, começando por mim mesma)ficamos apaixo! e virou tipo clubinho da leitura!!!

  5. ANA disse:

    Nada a ver… nem cheguei a ler ate o final pq essa pessoa nao sabe o que está falando!
    revoltei. ficamos entendidas que nunca mais havera um post falando mal do edward e da bella aqui!!!
    a bella é uma mongolona, ela nao pode ser mongolona?? eu so meio bella e nao sou co dependente e nem tenho auto estima baixa… cada um com a sua personalidade.. o que seria o rosa se todo mundo gostasse do azul???

  6. Celina disse:

    Eu tava lendo crepúsculo e pensei: “gente, será que sou só eu que to enxergando que o Edward abusa emocionalmente da Bella?? não é possível!!! é tão claro no livro!!!”… eu continuei lendo (comecei o ultimo livro agora) e cada vez mais vejo partes do livro que confirmam isso… pena que estou sem tempo, pq queria citar trechos do livro que comprovam o relacionamento abusivo… talvez faça isso nas férias… tava pesquisando hoje sobre sintomas do relacionamento abusivo qnd vi o seu blog! Parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: